Benvindos ao Blog da Família Luz

Queridos leitores amigos,

Nossas aventuras em um veículo de recreação (motor-casa) começaram em julho de 2006, nos apaixonamos por este estilo de vida, a família ficou mais unida e ao mesmo tempo livre. Já mudamos de equipamento várias vezes, os motorhomes (motor-casa) sempre foram chamados de SCOOBY, em homenagem ao personagem Scooby-doo. Já o trailer (treiler, em português) tem outro nome, que caracteriza muito bem nossa identidade estradeira:
Turiscar Estradeiro.
Recentemente, vendemos o trailer e compramos novamente um motorhome grande, um Mercedes-Benz 371.

Se quiserem ver fotos do nosso primeiro equipamento é só dar uma olhada no link do nosso primeiro blog:

http://patagoniademotorhome.nafoto.net (fotoblog)

http://patagoniademotorhome.zip.net (blog que descreve nossa viagem à patagonia argentina).

Na paz e no amor...na liberdade!

Atualmente, além de campistas, auxiliamos a venda de veículos de recreação (Motorhomes e Trailers usados). Saiba mais em nosso site: www.luizefrancinimotorhomes.com.br

Saudações Estradeiras!






terça-feira, 19 de março de 2013

Brasília (DF)

"Deste Planalto Central, desta solidão em que breve se transformará em cerébro das mais altas decisões nacionais, lanço os olhos mais uma vez sobre o amanhã do meu país e antevejo esta alvorada, com uma fé inquebrantável e uma confiança sem limites no seu grande destino".
Juscelino Kubistchek


Chegando em Brasília fomos recebidos por amigos queridos.

É a segunda vez que passamos em Brasília a caminho da Chapada dos Veadeiros. Desta vez ficamos instalados na área de motorhomes do Clube do Congresso. Mas, para entrar lá é preciso conhecer algum associado que tenha motorhome. O Clube do Congresso www.clubedocongresso.com.br fica no Lago Norte, bairro nobre de Brasília.


Clube do Congresso: vista do Lago Paranoá



Clube do Congresso




Um pouco de história
Brasília, a capital do Brasil, inaugurada em 21 de abril de 1960, continua sendo uma das mais belas e a mais modernas cidade do país. Está situada no Distrito Federal, dentro do estado de Goiás. O Distrito Federal tem uma população de cerca de dois milhões de habitantes e ocupa uma área de 5814 km2. A cidade, que está a 1100 metros a cima do nível do mar, conta com uma arquitetura moderna e foi planejada nos mínimos detalhes.
É uma cidade de pouca história. Ao contrário das outras grandes metrópoles brasileiras ela não surgiu durante a colonização, como resultado do pau-brasil, ouro, cana de açúcar ou café. Brasília é uma cidade planejada, idealizada pelo então presidente Juscelino Kubitschek e projetada pelos arquitetos Lucio Costa e Oscar Niemeyer. O objetivo era criar uma nova capital para o Brasil. 
A futura capital do Brasil foi então erguida em pouco mais de três anos, com a finalidade de integrar o centro oeste ao restante do país. No dia 21 de Abril de 1960 Brasília tornou-se a capital do Brasil, sucedendo o Rio de Janeiro. 
Brasília foi declarada Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco em 1987, sendo a única cidade construída no século XX que recebeu esta honra.

............................................................................................
Visitamos os principais pontos de Brasília, inciando pelo terminal rodoviário, que fica bem no centro (marco zero) da cidade, a catedral, os palácios e o Lago Paranoá.



Palácio da Alvorada

Catedral

Ponte Juscelino Kubitschek
No princípio era o ermo...
Eram antigas solidões sem mágoa,
O altiplano, o infinito descampado...

No princípio era o agreste:
O céu azul, a terra vermelho-pungente
E o verde triste do cerrado.

Sinfonia da Alvorada, Vinícius de Morais


E, assim Brasília fica na memória e vale a pena ser conhecida:


"Viramos no dia de hoje uma página da história do Brasil... Damos por cumprido o nosso dever mais ousado, o mais dramático dever. Neste dia... consagrado ao alferes José Joaquim da Silva Xavier, o Tiradentes, no 138º ano da Independência e 71º da República, declaro, sob a proteção de Deus, inaugurada a Cidade de Brasília, Capital dos Estados Unidos do Brasil"

Juscelino Kubitschek

terça-feira, 5 de março de 2013

Morro do Pai Inácio - Chapada da Diamantina (BA)



Saindo de Brasília, com destino a Maceió, passamos pela Chapada da Diamantina (BA). Já é a segunda vez por lá e sempre é bom parar para observar a natureza. Na primeira vez que estivemos em Lençóis e Mucugê, eu estava com o pé machucado e não pude subir no Morro do Pai Inácio. Desta vez, não perdi a chance de me aventurar até o topo desse morro com 1.120 metros de altitude e 250 metros de altura, onde se tem a visão mais completa e bonita da Chapada.

Sua flora, composta por bromélias, orquídeas, cactos e musgos, encontra os lugares mais improváveis para se desenvolver, como as fissuras das rochas.

Vista da BR-242 e do restaurante, onde deixamos o motorhome estacionado e sguimos de carro até uma trilha.


Localizado no município de Palmeiras, o morro do Pai Inácio fica ao lado da BR-242. A melhor opção é seguir de carro por um acesso asfaltado até uma torre de telefonia. De lá, segue-se a pé por um trilha bem marcada por mais 20 minutos. A trilha é tranquila e não oferece grandes dificuldades. Só não esqueça de passar protetor solar e levar uma garrafa d'água para hidratar.



Eu e o Luiz adoramos esse tipo de aventura e aproveitamos para fazê-las enquanto ainda temos força nas pernas para a subida. Essa subida é tranquila, mas mesmo assim é preciso certo condicionamento físico.


A vista é maravilhosa e faz todo o esforço valer a pena.





O nome do morro, diz a lenda, refere-se a um feito heróico de Pai Inácio, escravo que namorava às escondidas com a filha do coronel Horácio de Matos. Perseguido pelos capangas do coronel, Pai Inácio teria subido o morro e, sem ter para onde fugir, pulado com um guarda-chuvas aberto. Segundo a tradição popular, o escravo conseguiu sobreviver e escapar pelo vale.



A felicidade de poder estar em um lugar como este é algo difícil de explicar, é preciso sentir. Naquele momento, tivemos vontade de dar as mãos e olhar para o infinito e para o sol, em agradecimento por aquele momento único em nossas vidas!