Benvindos ao Blog da Família Luz

Queridos leitores amigos,

Nossas aventuras em um veículo de recreação (motor-casa) começaram em julho de 2006, nos apaixonamos por este estilo de vida, a família ficou mais unida e ao mesmo tempo livre. Já mudamos de equipamento várias vezes, os motorhomes (motor-casa) sempre foram chamados de SCOOBY, em homenagem ao personagem Scooby-doo. Já o trailer (treiler, em português) tem outro nome, que caracteriza muito bem nossa identidade estradeira:
Turiscar Estradeiro.
Recentemente, vendemos o trailer e compramos novamente um motorhome grande, um Mercedes-Benz 371.

Se quiserem ver fotos do nosso primeiro equipamento é só dar uma olhada no link do nosso primeiro blog:

http://patagoniademotorhome.nafoto.net (fotoblog)

http://patagoniademotorhome.zip.net (blog que descreve nossa viagem à patagonia argentina).

Na paz e no amor...na liberdade!

Atualmente, além de campistas, auxiliamos a venda de veículos de recreação (Motorhomes e Trailers usados). Saiba mais em nosso site: www.luizefrancinimotorhomes.com.br

Saudações Estradeiras!






sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Novo Hamburgo e Gramado (RS)

Estivemos em Novo Hamburgo e Gramado entre os dias 18 e 21 de dezembro. O motivo principal desta viagem foi visitar a fábrica que está fazendo nosso novo motorhome. Já estivemos outras vezes tanto em Novo Hamburgo, conhecida como "Capital Nacional dos Calçados", quanto em Gramado, um charme de cidade seja no inverno ou no verão. Desta vez, escolhemos ir pelo caminho mais curto, ou seja, pela BR 116. Foi a melhor escolha, não só pela distância, mas também pela tranquilidade da estrada em comparação à BR 101 que está repleta de obras que geram congestionamentos cansativos. Percorremos 670 Km até Novo Hamburgo.
Divisa de Santa Catarina com Rio Grande do Sul Em Novo Hamburgo aproveitamos para conhecer o Platinum Outlet, o mais novo centro de compras da região, construído ao estilo dos outlets americanos. Em seguida percorremos 70 Km de Novo Hamburgo até Gramado. No verão a estrada e a cidade estão repletas de hortências.
Entrada da cidade Ficamos no Camping da AABB no caminho de Gramado à Canela. Ao chegar lá já fomos fazendo amigos. Nos instalamos entre as hortências Passeamos pelo camping e vimos duas Kombi Safari instaladas por lá, mas seus proprietários não estavam. À noite pegamos um ônibus e fomos passear pela cidade para ver o Natal Luz e jantamos uma sequência de fondue. </ No outro dia aproveitamos para conversar mais um pouco e tirar foto com nossos novos amigos. Evandro e Luciana são de Londrina e viajam com uma caminhonete que puxa uma carreta que se transforma em barraca e tem fogão, geladeira e cama. Depois fomos nos despedir do casal de Toledo, San e Dan. Eu já seguia o blog deles www.felizmotorhome.blogspot.com.br , mas só agora fui conhecê-los pessoalmente. Voltamos para Curitiba para passar a Ceia de Natal em família. A próxima aventura será em Florianópolis. Abraços!!!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Kombi Safari: nosso novo amor

Passamos um tempo sem viajar de motorhome. O nosso amado Scooby (um Industrailer Vitória Régia 2008) foi vendido e estamos aguardando um novo motorhome ficar pronto em 2014. Ficamos um tempo sem viajar, viajamos de carro e ficamos em hotel, mas não teve jeito de acostumar a viajar sem levar a casa junto. Não importa o tamanho da casa, somos como a tartaruga e o caracol que levam a casa nas costas. Então, meu marido que ama a Kombi desde criança (seu pai sempre teve Kombi) pensou em comprar uma Kombi Safari para nossas aventuras. Ideia aprovada, busca realizada e encontramos a Safari em Florianópolis com o casal de safaristas Gato e Denise. Assim, fizemos nossa primeira viagem com a Safari número 506 fabricada pela empresa Karmann Ghia do Brasil. O destino foi a praia do Estaleirinho - SC.
Passamos bons momentos no camping do Estaleirinho. Adoramos viajar assim e poder levar nosso travesseiro, nossa cafeteira Nespresso e todo tipo de comidinha no refrigerador. Assistir TV, tomar um chá, sentar na varanda e conversar com nossos amigos campistas. Grande abraço e até a próxima aventura!!!

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Aparecida: para descansar, refletir e agradecer

Na volta de nossas viagens para o norte e nordeste do Brasil, geralmente passamos uma noite no estacionamento da Basílica Nova, em Aparecida-SP. O estacionamento, além de barato, fornece água e luz elétrica.
Da última vez, chegamos no final de tarde de uma sexta-feira. Estava tranquilo e foi muito gostoso passear por lá.


Uma parada para agradecer à Mãe Divina pela boa viagem.



terça-feira, 19 de março de 2013

Brasília (DF)

"Deste Planalto Central, desta solidão em que breve se transformará em cerébro das mais altas decisões nacionais, lanço os olhos mais uma vez sobre o amanhã do meu país e antevejo esta alvorada, com uma fé inquebrantável e uma confiança sem limites no seu grande destino".
Juscelino Kubistchek


Chegando em Brasília fomos recebidos por amigos queridos.

É a segunda vez que passamos em Brasília a caminho da Chapada dos Veadeiros. Desta vez ficamos instalados na área de motorhomes do Clube do Congresso. Mas, para entrar lá é preciso conhecer algum associado que tenha motorhome. O Clube do Congresso www.clubedocongresso.com.br fica no Lago Norte, bairro nobre de Brasília.


Clube do Congresso: vista do Lago Paranoá



Clube do Congresso




Um pouco de história
Brasília, a capital do Brasil, inaugurada em 21 de abril de 1960, continua sendo uma das mais belas e a mais modernas cidade do país. Está situada no Distrito Federal, dentro do estado de Goiás. O Distrito Federal tem uma população de cerca de dois milhões de habitantes e ocupa uma área de 5814 km2. A cidade, que está a 1100 metros a cima do nível do mar, conta com uma arquitetura moderna e foi planejada nos mínimos detalhes.
É uma cidade de pouca história. Ao contrário das outras grandes metrópoles brasileiras ela não surgiu durante a colonização, como resultado do pau-brasil, ouro, cana de açúcar ou café. Brasília é uma cidade planejada, idealizada pelo então presidente Juscelino Kubitschek e projetada pelos arquitetos Lucio Costa e Oscar Niemeyer. O objetivo era criar uma nova capital para o Brasil. 
A futura capital do Brasil foi então erguida em pouco mais de três anos, com a finalidade de integrar o centro oeste ao restante do país. No dia 21 de Abril de 1960 Brasília tornou-se a capital do Brasil, sucedendo o Rio de Janeiro. 
Brasília foi declarada Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco em 1987, sendo a única cidade construída no século XX que recebeu esta honra.

............................................................................................
Visitamos os principais pontos de Brasília, inciando pelo terminal rodoviário, que fica bem no centro (marco zero) da cidade, a catedral, os palácios e o Lago Paranoá.



Palácio da Alvorada

Catedral

Ponte Juscelino Kubitschek
No princípio era o ermo...
Eram antigas solidões sem mágoa,
O altiplano, o infinito descampado...

No princípio era o agreste:
O céu azul, a terra vermelho-pungente
E o verde triste do cerrado.

Sinfonia da Alvorada, Vinícius de Morais


E, assim Brasília fica na memória e vale a pena ser conhecida:


"Viramos no dia de hoje uma página da história do Brasil... Damos por cumprido o nosso dever mais ousado, o mais dramático dever. Neste dia... consagrado ao alferes José Joaquim da Silva Xavier, o Tiradentes, no 138º ano da Independência e 71º da República, declaro, sob a proteção de Deus, inaugurada a Cidade de Brasília, Capital dos Estados Unidos do Brasil"

Juscelino Kubitschek

terça-feira, 5 de março de 2013

Morro do Pai Inácio - Chapada da Diamantina (BA)



Saindo de Brasília, com destino a Maceió, passamos pela Chapada da Diamantina (BA). Já é a segunda vez por lá e sempre é bom parar para observar a natureza. Na primeira vez que estivemos em Lençóis e Mucugê, eu estava com o pé machucado e não pude subir no Morro do Pai Inácio. Desta vez, não perdi a chance de me aventurar até o topo desse morro com 1.120 metros de altitude e 250 metros de altura, onde se tem a visão mais completa e bonita da Chapada.

Sua flora, composta por bromélias, orquídeas, cactos e musgos, encontra os lugares mais improváveis para se desenvolver, como as fissuras das rochas.

Vista da BR-242 e do restaurante, onde deixamos o motorhome estacionado e sguimos de carro até uma trilha.


Localizado no município de Palmeiras, o morro do Pai Inácio fica ao lado da BR-242. A melhor opção é seguir de carro por um acesso asfaltado até uma torre de telefonia. De lá, segue-se a pé por um trilha bem marcada por mais 20 minutos. A trilha é tranquila e não oferece grandes dificuldades. Só não esqueça de passar protetor solar e levar uma garrafa d'água para hidratar.



Eu e o Luiz adoramos esse tipo de aventura e aproveitamos para fazê-las enquanto ainda temos força nas pernas para a subida. Essa subida é tranquila, mas mesmo assim é preciso certo condicionamento físico.


A vista é maravilhosa e faz todo o esforço valer a pena.





O nome do morro, diz a lenda, refere-se a um feito heróico de Pai Inácio, escravo que namorava às escondidas com a filha do coronel Horácio de Matos. Perseguido pelos capangas do coronel, Pai Inácio teria subido o morro e, sem ter para onde fugir, pulado com um guarda-chuvas aberto. Segundo a tradição popular, o escravo conseguiu sobreviver e escapar pelo vale.



A felicidade de poder estar em um lugar como este é algo difícil de explicar, é preciso sentir. Naquele momento, tivemos vontade de dar as mãos e olhar para o infinito e para o sol, em agradecimento por aquele momento único em nossas vidas!